Por Yanna Sussekind:

No Rio de Janeiro, número de viciados dobrou de janeiro de 2009 até agora. Os dados são do núcleo que atende dependentes químicos na Universidade Federal Fluminense (UFF). O consumo cresce numa velocidade muito mais rápida do que as medidas adotadas pelo poder público. Além da destruição física e emocional dos viciados, o crack acaba com famílias e gera um círculo de violência ao seu redor. A SuperVia diz que o consumo de drogas é um problema grave de saúde e segurança pública e que já procurou os órgãos em busca de solução para o caso. Já a Polícia Civil informou, em nota, que tem realizado constantes incursões da favela do Jacarezinho para prender traficantes, apreender drogas, inclusive crack, e armas na região. Disse ainda que a construção da Cidade da Polícia será a resposta para reduzir as ações criminosas também nas redondezas daquela comunidade.

Acesse o link:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2010/05/numero-de-viciados-em-crack-dobrou-no-rio-mostram-dados-da-uff.html

Anúncios