Matéria especial por Roberto Teixeira:

Estúdio traça plano ousado para traçar os destinos dos seus heróis

No ano 2000, a famosa serie de quadrinhos ganhava vida nas telonas, X-men se tornava realidade com um elenco de atores poucos conhecidos pelo Grande público. Em 2003,  Um dos super-heróis mais queridos do Grande público, o homem-aranha sai dos quadrinhos para ter o longa-metragem. Oque esses dois filmes tem em comum? Ambos foram criados por Stan Lee e tem seus direitos vinculados a marca Marvel. Mas nenhum deste filmes foi realizado pela editora, ela apenas recebia pela imagens dos heróis, porém o dinheiro ficou para a Fox e para a Sony

Desde o filme do Aracnídeo, a editora acumulou fracassos (Demolidor e Elecktra) e sucessos (Quarteto Fantástico e Motoqueiro Fantasma), mas não conseguia se impor como uma marca forte na indústria cinematográfica.

No entanto, em 2008 tudo mudou. Com o dinheiro acumulado pelos seus filmes nos quais recebia uma parte do todo, a então editora Marvel se tornou o estúdio Marvel.

A primeira aposta do novo estúdio foi o super-herói conhecido do grande público, mas não muito querido: Homem de Ferro. Apesar de o herói não ter tanto apelo, a Marvel soube escolher um astro do primeiro escalão que vivia de altos e baixos, mas nunca teve seu talento desmerecido. Este homem era Robert Downey Jr. Continue lendo »

Anúncios

Por Roberto Teixeira:

Em meio a tantas estrelas, o ator brilha e não deixa que os companheiros roubem a cena

Se o primeiro filme da série foi um sucesso muito por causa dele, o segundo filme é ele. O astro do momento em Hollywood, Robert Downey Jr (Sherlock Holmes) vive o playboy milionário Tony Stark. A película começa no exato momento em que termina o primeiro e o protagonista lida com algo diferente dos outros filmes de heróis, ser reconhecido pelo público.

O diretor  Jon Favrou acerta mais uma vez ao aposta no lado humano do personagem de Downey Jr,que lida com sucesso e o fracasso como poucos. No filme mostra que apesar de o homem ser de ferro, ele também sofre e pode até morrer. No elenco estão grandes atores, Samuel L. Jackson (Shaft), Scarlet Johansson (The Spirit), Don Cheadle (Hotel Ruanda), Gwyneth Paltrow (Shakespeare apaixonado) e Mickey Rourke (O lutador).

Um dos objetivos do filme é linkar a série de filmes que os estúdio Marvel  planeja para o futuro, em 2011 chegará às telas O Poderoso Thor e em 2012, Capitão América chega para dar sequência  a saga, que se fecha no mesmo ano com um filme que promete juntar os principais heróis dos estúdios contra o incrível Hulk em Os Vingadores. Aguarde o encerramento dos créditos para ter uma surpresa nórdica.  Confira abaixo o trailer de Homem de Ferro 2:

Por Roberto Teixeira:

Esquadrão Classe A conta com estrelas e desconhecidos em seu elenco

No dia 11 de junho vários marmanjos vão poder voltar à infância, pois umas das séries de TV mais marcantes dos anos 80 vai da telinha para a telona. Esquadrão Classe A foi um grande sucesso na cultura pop americana e criou um ícone da televisão estadunidense, Mr.T (que vivia a personagem BA), aquele brutamonte cheio de jóias. A série era sobre um grupo de ex-militares que fugiu da guerra do Vietnã e voltaram para os EUA para combater o crime às escondidas. Confira o trailer da adaptação:

Para se aproximar dos dias atuais, algumas coisas do original foram mudadas, a guerra agora é a do Iraque e BA não vai usar suas inúmeras “bijuterias”. O consagrado ator Liam Neeson (A lista de Schindler) comanda a tropa que conta com atores que estão em ascensão em Hollywood, Bradley Cooper (do hilário Se beber, não case) e Sharlto Copley (do melhor filme de 2009, Distrito 9),além de um desconhecido, Quinton ‘Rampage’ Jackson, o novo BA.

Por Roberto Teixeira:

Ator e fã da série, Joey Ansah teve autorização da Capcom, dona  direitos sobre a séria, para fazer o filme.

Após duas tentativas sem sucesso da Capcom de levar à prestigiada série de games de luta Street Fighter às telas, a empresa aposta em um curta-metragem feito por um fã para reverter esse quadro. O ator Joey Ansah (Ultimato Bourne) dirige o filme independente e conseguiu a autorização da dona dos direitos autorais para realizar o curta. Confira abaixo um trecho de Street Fighter: Legacy:

Nestes três primeiros minutos, podemos ver uma luta entre dois dos principais personagens da série, Ryu e Ken.  Os movimentos de luta são muitos parecidos com os do jogo. Mas os efeitos especiais não escondem que o filme deve ser um tanto trash. Mas não precisa de muito para ser melhor do que os seus sucessores: o risível Street Fighter – A Última Batalha (de 1995, com Van Damme) e o péssimo Street Fighter: A Lenda de Chun-Li(2008).

Por Roberto Teixeira:

Zona Verde empolga, mas deixa a desejar

A terceira parceira entre Matt Damon e Paul Grengrass é um bom passatempo

Desde que realizaram os ótimos Supremacia Bourne e o Ultimato Boune, Matt Damon e Paul Grengrass chamam a atenção em cada projeto de ação que os involve. Mas desta vez a dupla quase acertou. Na adaptação, Damon é um militar que está na Guerra do Iraque e descobre que por trás das missões que é designado existe um jogo de interesse. Indignado com a situação pela qual fazia seus homens passarem, Damon vai atrás da verdade e tenta capturar uma militar do alto escalão iraquiano.

O filme de ação é movimentado, a técnica quase documental pela qual Grengrass sempre usa é sensacional nas cenas mais paradas. Mas pelo lado humano o filme fica muito doce, deixando que às vezes o roteiro se perca. O veterano Breandan Glesson (Extermínio) rouba a cena com Damon. Confira abaixo o trailer:

Por Roberto Teixeira:

Will Smith e Martin Lawrence devem retornar como protagonistas

Desde o lançamento e com o sucesso de Bad Boys 2, a Columbia Pictures planeja a continuação do filme e parece que finalmente o projeto irá vingar. O estúdio negocia com a dupla Will Smith (Hancock) e Martin Lawrence (Segurança nacional), além do diretor Michale Bay (Transformers) e do produtor Jerry Bruckheimer (Piratas do Caribe). Peter Craig já está contratado para escrever o roteiro da continuação. Bruckheimer confirmou o interesse no filme.

– É um desejo e um sonho. Nós estamos trabalhando no roteiro, que é excelente. É uma idéia que Will [Smith] nos deu, então esperamos que tudo dê certo, nós gostaríamos muito – disse ao site americano “Empire”.

Will Smith irá realizar outra continuação em 2011, os “Homens de preto 3”. Já Martin Lawrance disse à MTV americana que o projeto é “Real”.

Por Roberto Teixeira:

Atriz dará vida a diva no filme Blonde

Polêmica, modelo de padrão e cortejada até por presidentes norte-americanos, Marilyn Monroe finalmente receberá a devida atenção da indústria cinematográfica. Blonde será dirigido por Andrew Dominik (O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford) e a protagonista será a também loura Naomi Watts (Trama Internacional). Segundo o site americano”Total Film”, o diretor já tem um esboço do roteiro do filme em andamento.

– É uma cinebiografia de Marilyn que não será clássica, e sim contemporânea, e irá explorar uma das figuras mais icônicas do último século – disse Vincent Maraval, da Wild Bunch, da produtor do filme no mercado internacional.

Além de Blonde, outro filme sobre a Diva será produzido: My Week with Marilyn. Nesta adptação, Michelle Williams(Incendiário) será a protagonista e a direção ficará com Simon Curtis.

Por Roberto Teixeira:

Produção prefere gravar no Caribe, mas trama ainda se passará em terras tupiniquins

Após o astro da franquia, Vin Diesel, afirmar que Velozes e Furiosos 5 seria passado no Brasil, estúdio explica que o filme será passado no Brasil, mas vai ser gravado em Porto Rico. A diretora-executiva da Corporação de Cinema do país, Mariella Pérez Serrano confirmou que o filme será filmado no país caribenho.

– Tenho o prazer de comunicar que não é mais uma especulação: ‘Velozes e Furiosos 5’ será gravado aqui. A filmagem dá a Porto Rico uma grande relevância em nível turístico internacional, com um impacto econômico em massa – disse.

Além do retorno de Vin Diesel, filme ainda conta com a volta de Paul Walker. Justin Lin reassume a direção e Chris Morgan é o roterista.