Matéria especial por Jaqueline Buchner:

A hipertensão, popularmente conhecida como pressão alta já é considerada pelos médicos uma epidemia mundial e silenciosa. Ela atinge cerca de 35% da população acima dos 40 anos, de acordo com o Ministério da Saúde.

A pressão alta não apresenta sintomas em seu estágio inicial, e isso é perigoso, pois se o paciente não é tratado, corre sérios riscos de ter um infarto. É uma doença facilmente controlada com medicação de uso constante, e enquanto medicado o hipertensivo pode ter uma vida normal.

Para combater a hipertensão, bons hábitos de vida são indispensáveis:

Alimentação saudável;

  • Exercícios físicos no mínimo três vezes por semana;
  • Evitar bebidas alcoólicas e cigarro;
  • Evitar estresses e preocupações;
  • Check-up’s anuais;

O hipertenso deve fazer aferições constantes da pressão, para mantê-la controlada e possibilitar ao médico indicar o tratamento adequado.

A pessoa obesa tem tendência a ser hipertensa, e também a desenvolver diabetes, por isso, elas devem redobrar a atenção e encarar a doença de forma séria, pois pelo fato de ser silenciosa, muitos pensam que ela não oferece riscos.

Para saber mais sobre a hipertensão, assista ao vídeo:


E lembre-se, a prevenção é o melhor remédio!

Base fortalecedora DNA da Risqué

Por Jaqueline Buchner:

Alergias sempre são sinônimos de problemas. Para quem gosta de pintar as unhas e tem alergia a determinados componentes dos esmaltes, como tolueno e formaldeído, já existem no mercado os esmaltes hipoalergênicos.

A alergia aos esmaltes pode se manifestar com vermelhidão nas mãos, coceira, espirros e até com consequências mais graves, prejudicando obviamente a saúde.

As alérgicas devem ficar atentas, há no mercado uma crescente produção de esmaltes hipoalergênicos, a gama de cores não está restrita aos tons tradicionais, é possível sim ousar na cor das unhas sem fazer mal a saúde.

Nunca insista em usar esmalte comum caso você tenha alergia, opte por esmaltes adequados ao seu problema, um bom exemplo é a linha DNA Nails, da Risqué, totalmente hipoalergênica e dermatologicamente testada.

Por Jaqueline Buchner:

O medicamento Viagra, fabricado pelo laboratório Pfizer, passará a ser vendido pela metade do preço. O motivo é que a patente do medicamento será quebrada e, sob o risco de outros laboratórios também fabricarem o remédio, a Pfizer decidiu por diminuir o preço e também passar a vender somente um comprimido; a cartela antiga era vendida somente com duas unidades.

A partir do dia 21 de junho, começará a ser comercializado o genérico do Viagra, com um preço até 75% abaixo do original, favorecendo bolso do consumidor.

Vale lembrar que assim como o Viagra, qualquer medicamento só deve ser usado com orientação médica.

Vacina contra HPV

12/06/2010

Por Jaqueline Buchner:

O papilomavirus humano, também conhecido como HPV é uma doença sexualmente transmissível e um dos principais causadores do câncer do colo do útero nas mulheres.

A contaminação ocorre por meio de ato sexual, além de ser possível a contaminação ao usar toalhas e usar o vaso sanitário que uma pessoa infectada usou.

A prevenção é feita através de relações sexuais seguras e com a vacinação, recomendada para homens e mulheres de 9 a 26 anos. Por enquanto a vacina está disponível em clínicas particulares pelo preço médio de 400 reais cada dose, sendo necessárias 3 doses.

O preço parece salgado, mas nada se compara a isenção do risco de contrair a doença!



Por Jaqueline Buchner:

Conhecidos como melhores amigos do homem, os cães agora podem ajudar no diagnóstico de câncer de próstata através do olfato muito apurado.

Os testes foram realizados pelo Hospital Tenon, de Paris, França. Os pesquisadores treinaram pastores belgas, que pelo cheiro da urina passaram a identificar os pacientes com câncer e sem.

De 66 análises, os cães acertaram 63 delas, sendo que metade desse numero era de pacientes doentes. Isso acontece porque a na urina dos pacientes com câncer são eliminadas substâncias voláteis que o apurado olfato dos cachorros é capaz de identificar.

Essa pode ser mais uma arma da medicina para o diagnóstico de câncer, só resta saber se essa prática será aceita pela medicina tradicional.

E você, acreditaria no diagnóstico dado pelo seu melhor amigo?

Por Jaqueline Buchner:

A pandemia da gripe H1N1 ainda não acabou no mundo, mas em vários países a situação está controlada, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, após uma revisão de análises feita por especialistas.

Nesta fase é fundamental que os países não diminuam os esforços para conter a epidemia, é necessário que todas as medidas de segurança continuem a ser tomadas até que o quadro se normalize.

No Brasil ainda há postos de vacinação funcionando, e a população deve se vacinar para evitar um novo caos na saúde.

Os especialistas dizem que os cuidados devem continuar porque a pandemia está classificada em nível 6, pós caos. O vírus não deve sofrer mutações nos próximos anos, de acordo com os pesquisadores.

A colaboração da população continua sendo fundamental para que o quadro de pandemia seja descaracterizado e o nível de contaminação diminua.

A higiene é a maior arma para a nõ propagação do vírus, lavar as mãos, usar gel antisséptico e lenços ao tossir ou espirrar são cuidados fundamentais para proteger a população.

Por Jaqueline Buchner:

Na luta para emagrecer, as pessoas normalmente controlam o que comem, mas isso não basta: é preciso também controlar as bebidas ingeridas. Existem aquelas que ajudam, acelerando o metabolismo e a quebra de moléculas de gordura, e as que prejudicam o processo de emagrecimento.

Vilãs: refrigerantes, principalmente. Bebidas gasosas em geral são prejudiciais, principalmente os refrigerantes, que costumam ter altos teores de açúcar. Bebidas alcoólicas também não são aliadas para a perda de peso.

Mocinhas: muita água, leite desnatado (não emagrece, mas fortalece os ossos), chá verde, bebidas diuréticas e sucos, livres de açúcar e ricos em nutrientes essenciais.

Então fica a dica: para emagreser observe também os liquidos ingeridos, eles podem colabrar no processo de emagrecimento saudável.

Por Jaqueline Buchner:

Nos dias 28 e 29 de maio, médicos da Sociedade Brasileira de Cefaléia em parceria com a Academia Brasileira de Neurologia promoveram um mutirão para tratar de uma das queixas mais comuns dos brasileiros: a dor de cabeça. Esse mal pode ser causado por diversos fatores como; problemas de visão, dentes mal posicionados, alimentação pobre em nutrientes entre outros.

O objetivo do projeto é orientar os pacientes crônicos, para que eles recebam o tratamento adequado e na medida do possível levem sua vida de forma normal.

Na ocasião, foram atendidas as primeiras 60 pessoas que chegaram ao local. O evento foi realizado no Rio no Instituto de Neurologia Derlindo Couto, e na baixada fluminense, em Nova Iguaçu, no Hospital da Posse.

Por Jaqueline Buchner:

Além de cansaço e irritação, poucas horas de sono podem tornar a pessoa propensa a desenvolver diabetes.  Isso porque o nosso corpo usa a insulina para transformar o açúcar em energia, aumentando os riscos de diabetes.

Nove pessoas foram avaliadas após oito horas de sono e seu metabolismo funcionava normalmente. Essas pessoas foram avaliadas novamente após quatro horas de sono, e foi detectado que a capacidade do corpo em processar a insulina foi reduzida a um quarto.

A pesquisa foi feita pela Leiden University Medical Centre, na Holanda.

Link: http://www.cerebromente.org.br/n16/opiniao/dormir-bem1.html